Você já deve ter notado que nem tudo que os seus contatos postam no Facebook aparece no seu feed de notícias. Até porque seria impossível ver todas as ações de todos os seus amigos na rede. Então como o Facebook faz para determinar o que deve ou não aparecer no feed de notícias de cada usuário?


A realidade é que existem alguns fatores que determinam não só o que será exibido, como o posicionamento. O primeiro conceito que precisamos entender aqui é o “Objeto”. O Facebook entende como objeto tudo que é exibido em seu feed de notícias. Toda vez que algum contato interage com o seu objeto isso cria um “Edge”.

A partir destes conceitos fica determinado o EdgeRank. Este é o nome da fórmula que determina a importância daquele objeto para cada usuário. O EdgeRank é basicamente composto de três elementos: afinidade, peso e tempo.

  • Afinidade: O Facebook determina um score de afinidade entre quem criou o objeto, e o usuário que está visualizando. Um usuário com quem você constantemente troca mensagens, visita o perfil, e interage constantemente, tem um score de afinidade maior que aqueles usuários com quem você mal interage.
  • Peso: Existe um peso atribuído a cada tipo de Edge. Um comentário possui mais importância do que uma curtida, por exemplo.

  • Tempo: Aqui é levado em conta quando aquele “Edge” aconteceu. Naturalmente que interações ficam menos importantes com o tempo.

É natural que profissionais de social media marketing, e desenvolvedores em geral, desejam sempre que seus objetos passem pelo corte. Isso levou ao surgimento de uma ideia bem interessante, a Otimização de News Feed, ou Otimização de Facebook. São estratégias para garantir o melhor posicionamento e exibição de um conteúdo no Facebook.

Basicamente isso significa que se você quer ter um retorno real de suas ações nas redes sociais, não basta colecionar um número enorme de seguidores. É fundamental que eles interajam regularmente com o seu conteúdo. O que nos leva ao fundamento básico da otimização tradicional de sites. Conteúdo relevante, original e de qualidade. Uma boa estratégia aqui é produzir o máximo possível de conteúdo que agrade o seu usuário, independente do potencial de converter clientes. Ao mesmo tempo em que sua marca está sendo vista, você estará criando Edges valiosos que vão ajudar a sua mensagem a ficar sempre bem posicionada. Desta forma, quando surgir uma ação realmente relevante, que seja uma boa oportunidade tanto para o seu cliente, como para sua empresa, você vai impactar um número muito maior de pessoas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre Flávio Luizetto

Sócio e Diretor de Operações da WebTraffic, certificado GAP (Google Advertising Professional), e certificado Google Partner. Especialista em internet, usabilidade, performance, ROI e Interação em Redes Sociais (SMM). Palestrante em diversos eventos como o Search Labs’10, a III Semana de Marketing da Faculdade Cásper Líbero, palestra sobre Redes Sociais para 300 franqueados do Rei do Mate e vencedor do Prêmio Rotary de Liderança Juvenil.

Comentários

  1. Pingback: Social Media Marketing: a importância do ritmo | Blog WebTraffic

  2. Pingback: Social Media Marketing:o EdgeRank e a otimização para o Facebook | TravelSquare

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.